Informação Institucional

A Quercus é uma Organização Não Governamental de Ambiente (ONGA) portuguesa, fundada a 31 de outubro de 1985.

É uma associação independente, apartidária, de âmbito nacional, sem fins lucrativos e constituída por cidadãos que se juntaram em torno do mesmo interesse pela Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais e na Defesa do Ambiente em geral, numa perspetiva de desenvolvimento sustentado.

A Associação designa-se Quercus por ser essa a designação comum em latim atribuída aos Carvalhos, às Azinheiras e aos Sobreiros, árvores características dos ecossistemas florestais mais evoluídos que cobriam o nosso.

Ao longo dos anos, a Quercus tem vindo a ocupar na sociedade portuguesa um lugar simultaneamente irreverente e construtivo na defesa das múltiplas causas da natureza e do ambiente. O seu âmbito de ação abrange hoje diversas áreas temáticas da atualidade ambiental, onde se incluem, além da conservação da natureza e da biodiversidade, a energia, a água, os resíduos, as alterações climáticas, as florestas, o consumo sustentável, a responsabilidade ambiental, entre outras. Este acompanhamento especializado é, em grande parte, suportado pelo trabalho desenvolvido por vários grupos de trabalho e projetos permanentes.

Este estatuto foi progressivamente conquistado através de uma conduta atenta ao real, sem perder o ponto de referência fundamental dos princípios, nem se afastar das necessidades de complementar a denúncia crítica com o esforço para a construção de consensos na sociedade portuguesa, sem os quais nenhum efetivo modelo de desenvolvimento sustentável será possível no nosso país.

Uma das características da Quercus é a sua descentralização, através dos 18 Núcleos Regionais espalhados um pouco por todo o país, incluindo as regiões autónomas dos Açores e da Madeira, que acompanham a realidade ambiental e realizam atividades de sensibilização no seu raio geográfico.

Em 1992, a Quercus recebeu o Prémio Global 500 das Nações Unidas e o título de membro honorário da Ordem do Infante D. Henrique, atribuído pelo Senhor Presidente da República, Dr. Mário Soares.

A Quercus vem integrando ao longo da sua história vários organismos nacionais e internacionais com importância na Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais e na Defesa do Ambiente:

  1. A partir de 1987, integra o EEB – European Environmental Network (Secretariado Europeu do Ambiente), que reúne associações congéneres de todos os países da Europa comunitária.
  2. Em 1989, passa a ser também membro do YEE - Youth Environment Europe, uma federação de jovens ambientalistas europeus.
  3. Em 1992, fez-se representar na CNUAD 92 (Conferência das Nações Unidas para o Ambiente e Desenvolvimento) e no Fórum Global, eventos que decorreram no Rio de Janeiro.
  4. Desde 1996 que é membro português do T&E - Federação Europeia dos Transportes e Ambiente.
  5. No final da década de 90, passou a integrar o GENET – Rede Europeia sobre Transgénicos, bem como do CIDN - Conselho Ibérico de Defesa da Natureza e da Climate Action Network (CAN) Internacional.
  6. É membro da Sharkalliance, coligação internacional para a conservação dos tubarões; e da ECOS – European Environmental Citizens Organization for Standardization, organização que luta pela definição de padrões ecológicos e especificações de produtos e serviços na União Europeia.
  7. Desde 2000, marca presença, na Conferência anual das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas.
  8. Em finais de 2011, passou a ser também membro da IUCN (International Union for Conservation of Nature
  9. Em 2012, passou a integrar PAN-Europe (Pesticide Action Network).
  10. A nível nacional, desde 1997, que integra o Elo Verde – Rede de Associações de Defesa do Ambiente do Espaço Lusófono e, desde 2000,o CIDAMB – Associação Nacional Para a Cidadania Ambiental, de que é sócia fundadora.
  11. Faz igualmente parte da Plataforma Transgénicos Fora, Plataforma Pelo Alentejo Sustentável,, da Plataforma Sabor Livre, Plataforma por Monsanto, da PONG Pesca (Plataforma de ONGs portuguesas sobre a pesca) e do Movimento Cívico em Defesa do Parque Natural de Sintra-Cascais.
  12. É ainda uma das organizações subscritoras da Campanha Europeia pelas Sementes Livres e parceira, através do projeto Ecocasa, da Sustainable Energy Europe Campaign.

Apoios


Acompanha-nos nas redes sociais.

Operação financiada por